Mulher

26/05/2017 05:07 - Atualizado em 18/07/2017 10:56

Como realizar o autoexame de melanona

Atitude simples pode ser fundamentais para cura desse tipo de câncer

POR

Redação

  • +A
  • -A

Assim como outubro é dedicado à prevenção do câncer de mama e novembro ao de próstata, maio chama a atenção para a importância do combate ao melanoma,o tipo de câncer de pele com o pior prognóstico e o mais alto índice de mortalidade.

A principal causa da doença é genética, no entanto, a fotoexposição é um fator que aumenta consideravelmente os riscos de desenvolvimento da doença. A dermatologista Claudia Marçal, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) e da Academia Americana de Dermatologia, alerta para a importância do uso de protetor solar para proteger a pele dos elevados índices de radiação "o filtro solar deve ser usado diariamente independentemente da estação do ano e de se está num dia nublado, chuvoso ou encoberto; a radiação UV, mesmo em um dia 100% encoberto só é barrada em 30%".

O diagnóstico precoce é essencial para o tratamento da doença e pode aumentar em até 90% as chances de cura. Por isso, é essencial a realização do autoexame dermatológico é necessária, especialmente por pessoas de pele clara, aquelas que possuem antecedentes familiares de câncer de pele, que têm mais de 50 pintas, tomaram muito sol antes dos trinta anos e sofreram queimaduras.

“Também é recomendado o exame para quem tem lesões em áreas de atrito, como área da peça íntima, sutiã, palma das mãos, planta dos pés e área do couro cabeludo. A indicação também vale para as pessoas que apresentam muitas sardas e manchas por exposição solar anterior, já retiraram pintas com diagnóstico de atípicas, não se bronzeiam ao sol, e consequentemente acabam adquirindo a cor vermelha com facilidade e apresentam qualquer lesão que esteja se modificando” completa a dermatologista.

Como realizar o autoexame

  • Examine seu rosto, principalmente o nariz, lábios, boca e orelhas.
  • Para facilitar o exame do couro cabeludo, separe os fios com um pente ou use o secador para melhor visibilidade. Se houver necessidade, peça ajuda a alguém.
  • Preste atenção nas mãos, também entre os dedos.
  • Levante os braços, para olhar as axilas, antebraços, cotovelos, virando dos dois lados, com a ajuda de um espelho de alta qualidade.
  • Foque no pescoço, peito e tórax. As mulheres também devem levantar os seios para prestar atenção aos sinais onde fica o sutiã. Olhe também a nuca e por trás das orelhas.
  • De costas para um espelho de corpo inteiro, use outro para olhar com atenção os ombros, as costas, nádegas e pernas.
  • Sentada (o), olhe a parte interna das coxas, bem como a área genital.
  • Na mesma posição, olhe os tornozelos, o espaço entre os dedos, bem como a sola dos pés.

Este tipo de cuidado que pode ser realizado mensalmente promove consciência e aguça o olhar sobre as lesões, aumentando a percepção de mudança ou seu crescimento. Ao detectar qualquer sinal novo e diferente, é imprescindível consultar o dermatologista.

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ

Veja Também